30 de set de 2011

Atualização #02 - Rock In Rio - Katy Perry & Rihanna


Rock In Rio começa com duas divas do mundo pop.


No primeiro dia, o gênero Pop foi consagrado nas vozes de Elton John, Rihanna e Katy Perry. Neste dia, o vento ficou um tanto longe do Rock in Roll tradicional. 





Katy Perry...............................................................................................................

Infelizmente, Katy Perry não estava com muito fôlego ao cantar no palco. Talvez pelas inúmeras trocas de roupa que fez e pela coreografia a qual não abriu mão. No entanto, a troca de roupas em pleno palco (final) foi incrível.

A cantora descontraiu bastante a multidão e fez várias brincadeiras. Como o Júlio de Sorocaba, aquele que subiu no palco e deu dois beijos em Katy.

Ela ainda vestiu a bandeira do Brasil e falou de seu amor por nosso país. Teve um cenário bem caracterizado e cantou diversas músicas. Creio que as melhores da noite foram: Teenage Dream (abertura), Thinking of You e Firework.

Achei um vídeo com o show completo e coloquei a ordem e tempo das músicas:



















00:00:00  00:04:40 Teenage Dream (abertura)
00:04:41  00:08:20 Waking Up in Vegas
00:08:21  00:08:53 mudandança de cenário e figurino
00:08:54  00:12:59 Peacock
00:13:00  00:13:30 Mudança de figurino
00:13:01  00:18:15 Descontração: Katy chama alguém da pleteia
00:18:16  00:21:54 I kissed a girl
00:21:55  00:23:34 Mudança de figurino
00:23:35  00:28:24 Circle the Drain
00:28:25  00:32:19 E.T.
00:32:30  00:34:19 Katy veste a bandeira do Brasil
00:34:20  00:39:40 Thinking of You
00:39:41  00:44:19 Pausa: mudança de figurino
00:44:20  00:48:29 Hot'n Cold
00:48:30  00:52:29 Last Friday Night
00:52:30  00:53:59 Descontração: Katy fala com o público
00:54:00  00:58:15 Firework
00:58:16  01:04:56 California Gurls (Encerramento)


Rihanna................................................................................................................


Com quase duas horas de atraso, Rihanna, a mais esperada deste dia, entrou triunfante e levou o público ao delírio. Sem trocas de figurino, a diva impressionou com uma voz impecável.


Não pude deixar de reparar na combinação de luzes e vídeos da cantora (no telão). Isso deixava a atração bem mais completa.


Quando cantou California King Bed, a cantora ficou muito emocionada ao ver que o público, em peso, estava cantando junto dela. No final, ela foi para a plateia e ergueu o microfone para que todos cantassem com ela.

Vídeo completo do show da Rihanna; a abertura é bem 'massa', vale a pena assistir:


00:00:00  00:05:29 Only Girl in the World (Abertura)
00:05:30  00:09:19 Disturbia
00:09:20  00:13:49 Shut Up & Drive
00:13:50  00:18:05 Man Down
00:18:06  00:22:07 S&M
00:22:08  00:25:33 Raining Men
00:25:34  00:28:59 Hard
00:29:00  00:31:14 Run This Town
00:31:15  00:33:50 Live Your Life
00:33:51  00:38:15 Unfaithful
00:38:16  00:43:40 California King Bed
00:43:41  00:45:29 Descontração (solo)
00:45:30  00:48:49 What's My Name
00:48:50  00:52:40 Rude Boy
00:52:41  00:58:30 Cheers
00:58:31  01:02:49 Please Don't Stop the Music
01:02:50  01:08:10 Love the Way You Lie
01:08:11  01:14:26 Umbrella (Encerramento)

26 de set de 2011

Música #08 - Colbie Caillat - Brighter Than the Sun

E a PRIMAVERA chegou!


Colbie Caillat anexa mais uma música em seu novo álbum.


Música: Brighter Than the Sun;
Tradução: Mais Brilhante que o Sol;
Artista: Colbie Caillat;
Gênero: Surf/Pop;
País: EUA ;
Ano: 2011;
Álbum: All of You.





Sei que estamos na semana do Rock in Rio  e o blog deveria estar no Rock. Talvez se um dia eu tiver a oportunidade, porém, por enquanto fico assistindo Rock in Casa mesmo.


A música...............................................................................................................


Contato com a natureza e um amor mais brilhante que o sol invadem esta canção. 


Ao contrário de Coco (álbum que a cantora lançou em 2007), o novo álbum traz músicas diferentes umas das outras. Isso marca um pouco mais de originalidade nas músicas.


Brighter Than the Sun, ao meu ver, traz o melhor desempenho da cantora que eu já vi. Mas também, "nada como cantar o que te favorece" (não sei de que eu a peguei mas tá valendo).


Não tenho muito a falar da música. Vejam o clipe e tirem suas próprias conclusões. Lembrem-se de escreve-las nos comentários.






Coco.......................................................................................................................


Quem não gosta de um clima de praia? 
Quem não gosta de um clima tranquilo?

Apesar das músicas não serem muito originais, o seu estilo "praieiro" e sua voz doce conquistaram o público.


Neste álbum se destacam as músicas Bubbly e Midnight Bottle.



Bubbly



Midnight Bottle

Colbie também fez um álbum com várias parcerias, cantou com muita gente mesmo. Contudo, este ábum não fez tanto sucesso como os outros. Quer dizer. Não fez sucesso no Brasil, porque nos EUA estou em primeiro lugar. Quase esquecendo, o nome do álbum é Breakthrough.

All of You...............................................................................................................

Resuma-o em uma frase: Carpe Diem.

É neste clima de "aproveite o dia" que All of You está. Como o o trabalho está muito recente (2011), é difícil dizer se vai fazer sucesso ou não. Espero que faça.

Aqui temos Brighter Than the Sun (post) e I Do como principais músicas.

Não preciso nem falar de I Do, pois já está rolando por aí. Você provavelmente já deve ter escutado:



Nota........................................................................................................................








Eu realmente daria esta nota 10, tanto para Brighter Than the Sun, quanto para I Do.


É isso galera. Deixo um clipe que também é muito interessante. Até a próxima e eu fico por aqui. 


21 de set de 2011

Cinema #04 - Planeta dos Macacos: A Origem

Com efeitos especiais de tirar o fôlego, Planeta dos Macacos: A Origem rouba a cena com uma extrema riqueza em detalhes.

"A grande ameaça à raça humana teve sua origem".

Título Original: Rise of the Planet of the Apes;
Tradução: Planeta dos Macacos: A Origem;
Gênero: Ficção Científica / Ação;
Duração: 105 min.;
País: EUA;
Estúdio: 20th Century Fox;
Direção: Rupert Wyatt.

Sinopse...................................................................................................................

Will Rodman (James Franco) é um cientista que procura a cura para doenças que afetam a memória. Ele irá descobrir, após anos de pesquisa, uma droga capaz recuperar a atividade cerebral e, além disso, aumentar a inteligência. 

Uma macaca recebeu a dose da droga e características inteligentes fora perceptíveis nos estudos feitos no laboratório.

A Chimpanzé gerou um filhote chamado César, que recebeu as características através dos genes maternos.

César sobreviveu e foi criado por Will, mas, o que acontece quando uma nova espécie do planeta passa a ter raciocínio?  


Crítica...................................................................................................................


Como disse no começo da postagem, os efeitos visuais são mesmo de tirar o fôlego. A caracterização dos macacos é de um detalhe incrível. 


Tive uma experiência muito boa ao assistir este filme. Resgatou bem o filme Planeta dos Macacos de Tim Burton (2001) que também mostrara, na época, efeitos visuais surpreendentes. A história, contando a origem da história, conseguiu juntar os pedaços do quebra-cabeça feito por Tim Burton.


Na atuação, James Franco é o grande nome do filme. Senti muita falta na atuação de Freida Pinto; apareceu pouco no filme e um tanto sem sal.


A história não tem um "fechamento" muito concreto. Deixa vários indícios de continuação. Quando cheguei ao final do filme, e vi como ele tinha acabado, senti como se assistisse a um filme dividido em duas partes (como Relíquias da Morte: Parte 01). Mas, não creio que isto seja um ponto ruim, já que leva o público a voltar para o próximo.


O longa merece parabéns. À direção, ao roteiro e à direção de arte também. 


Espero que assistam ao filme e gostem dele tanto quanto eu gostei. Não recomendo assisti-lo em qualidade inferior, pois o mais do filme fica nos efeitos. O filme está no cinema e ainda dá tempo para você correr e conferir.








16 de set de 2011

Atualizações #01 - Evanescence - What You Want (clipe)

A banda Evanescence lança seu clipe para a música What You Want.


Música: What You Want;
Banda: Evanescence;
Gênero: Rock Alternativo;
Ano: 2011.

Nestes quadros de atualizações, vamos fazer pequenas postagens mostrando clipes que foram lançados e algumas novidades sobre personalidades, filmes ou livros que já viraram postagens aqui.

Espero que gostem do vídeo e lembrem-se de comentar (abaixo da postagem). Parece que Amy Lee adotou um visual bem mais gótico que de costume. E o rock é um pouco mais pesado (d+)..


 
Para visualizar a postagem sobre Evanescence, clique aqui.

14 de set de 2011

Música #07 Avril Lavigne - Wish You Were Here

A Princesa do PopPunk, depois de Alice (canção que fez para o filme Alice in Wonderland), traz sua nova música: Wish You Were Here.

Música: Wish You Were Here
Tradução: Queria que você estivesse aqui;
Artista: Avril Lavigne;
Gênero: Pop Punk;
País: Canadá;
Título Original: Wish You Were Here;
Ano: 2011;
Álbum: Ainda sem informações.


A música.................................................................................................................

O novo álbum de Avril Lavigne vem um pouco diferente das demais músicas da cantora. Agora, a angústia e melancolia fazem parte da letra.

Outro aspecto que percebi foi a desilusão amorosa como foco da canção. Isso lembra um pouco o Sertanejo (ritmo que vem contagiando o nosso país nestes últimos anos).

O estilo, agora, fica bem fora do público Pop e mais perto dos "fãs de carteirinha" de Avril. Com a maquiagem borrada e as lágrimas jorrando ela se dedica à sua arte.

Já no clip, a cantora mostra suas habilidades cênicas em representar o sofrimento de ter perdido alguém que ama.

Assistam o clip:






















Smile & What the Hell.............................................................................................

Um trabalho de arte de álbum magnífico é o que se pode dizer de Goodbye Lullaby, álbum que leva consigo a música Smile.

Esta retoma um hábito de Avril em que, a cada álbum novo ela colocava uma cor diferente no cabelo: desta vez, o verde. 


Smile

Em What the Hell, já temos uma mudança na batida da música e no ritmo. Aqui, está mais animada.

A música é muito boa:

What The Hell

The Best Damn Thing..........................................................................................

Neste álbum, The Best Damn Thing, When You're Gone e Girlfriend são as músicas que se destacam.

Devo falar que não sou muito fãn de The Best Damn Thing (música). Mas, as outras duas músicas são as que eu mais gosto da cantora.

The Best Damn Thing


Girlfriend estorou quando foi lançada. Bom, merece todo o sucesso por ser uma música super bem pensada.



Girlfriend


Nobody's Home..........................................................................................


Aqui está o auge de Avril Lavigne. Gravada por volta de 2004, a música atingiu âmbito mundial levando a cantora a ser conhecida até no Japão.


Neste clip, ela aparece com cabelos castanhos bem escuros e loira em outros momentos. O vídeo é bem produzido e merece ser assistido:























Wish You Were Here...............................................................................................

É claro que, antes de acabar o post, tenho que dar minha nota, ou seja, o que acho que a música em questão merece. A minha opinião pode não condizer com as suas, todos temos liberdade de expressão e vocês podem perfeitamente colocar o que acha da postagem, quais nota dariam, chutes, pontapés e xingamentos. Os comentários não são alterados ou bloqueados (salvo em casos graves, escolhidos pelo Blogger) e este espaço é exclusivamente de vocês. Usem-o o quanto quiserem.

E a nota é...



When You're Gone (para os apaixonados):